Notícias locais

22 de março de 2018

Pesquisa de Mercado


Pesquisa de Mercado - Sindicato do Comércio Varejista do Vale do Ribeira
  • – 52 postos de trabalho formal são abertos no varejo do Vale do Ribeira em dezembro

O comércio varejista do Vale do Ribeira abriu 52 postos de trabalho formal em dezembro. O saldo positivo é resultado de 233 admissões e 181 desligamentos. No acumulado dos últimos doze meses, 39 empregos foram eliminados na região, resultado de 2.730 admissões e 2.769 desligamentos. O varejo da região encerrou o mês com 8.686 trabalhadores ativos, sendo o setor supermercadista o maior empregador.

tab1

Em dezembro, apenas três dos nove setores varejistas analisados abriram postos de trabalho com destaque para supermercados (61 empregos) que garantiram o desempenho geral positivo. No acumulado de janeiro a dezembro de 2017 o quadro do mercado de trabalho do varejo da Baixada Santista apresenta saldo negativo com destaque para as concessionárias de veículos que eliminaram 36 vagas formais no período.

Na análise por município, destacam-se os 35 empregos criados pelo varejo de Ilha Comprida.

tab2

No acumulado do ano, observa-se que o varejo de oito entre os quatorze municípios pertencentes à base representativa do sindicato registrou saldo positivo de empregos.

tab3

No acumulado em doze meses, três das nove atividades pesquisadas geraram empregos com carteira assinada com destaque para eletrodomésticos, eletrônicos e lojas de departamentos e autopeças e acessórios.

tab4

Estado de São Paulo

Depois de dois anos perdendo vagas, o mercado de trabalho do comércio varejista do Estado de São Paulo voltou a registrar geração de postos de trabalho com carteira assinada. Em 2017 foram 6.326 novos empregos celetistas. O resultado positivo contrapõe a perda de 107,5 mil vagas na soma dos desempenhos anuais de 2015 e 2016. Com os números mais recentes, o varejo paulista encerrou 2017 com 2.089.209 vínculos ativos, alta de 0,3% em relação a dezembro de 2016.

tab5

 

Voltar para Notícias